Sites que Recomendo:
Verdade e Vida
Rev. Hernandes

UMBET

 

A BONDADE DE DEUS E A INESPERADA REAÇÃO DE JONAS
Jonas 4:1-5

Jonas é um dos profetas mais conhecido, devido a sua estadia no ventre do peixe. Conhecido como uma pessoas totalmente incompreensível, desobediente ao chamado do seu Deus. No entanto confessa uma fé nesse Deus, quando é pressionado pelo os marinheiros, por causa de sua indiferença diante da tempestade.
Quem afinal é Jonas: Nascido na região da Galiléia, viveu no século VIII a.C. citado pela primeira vez no livro de 2 Reis 13:19-25, viveu na mesma época dos profeta Amós e Miquéias. Seu nome significa pomba.
Deus deu uma ordem para Jonas profetizar contra a grande cidade de Nínive, capital as Assíria conhecida como um povo terrível, cruel contra seus inimigos, um povo maldoso.
Jonas tinha toda razão do mundo para não querer aceitar essa missão, ir até Nínive pois significava suicídio, mas que Ele não sabia que Deus domina sobre todos e tinha uma grande surpresa para Jonas e uma grande salvação para os Ninivitas.
O resultado de uma cidade toda arrepender e crer no Senhor foi uma missão extraordinário. Mesmo vendo sua missão ser bem sucedida, Jonas demonstra uma grande magoa contra Deus, ainda pede sua morte.
Diante desses fatos podemos aprender nesse texto de Jonas lições que nos evita ocorrer no mesmo erro desse profetas estranhos e mau humorado.

1) JONAS CRÊ CORRETAMENTE E REAGE INDIFRENTEMTE DIANTE DA ORDEM DE DEUS.

Mesmo tendo sua origem num povo que sabia quem era Deus, qual era missão dos profetas, Jonas certamente desde sua infância é ensinado a crer e obedecer esse Deus, que na história do seu sempre manifestou a seu favor. Jonas confirma essa verdade quando os marinheiros faz uma pergunta sobre qual era seu Deus. Ele responde com clareza que era seu Deus, como identifica pela sua crença. Jonas faz uma confissão de fé. No verso 9 do capítulo primeiro. Tudo se confirma quando a sorte recaí sobre Jonas.
Jonas demonstra uma reação de alguém que crê, mas certa forma vive e age de maneira incoerente. Isso é o grande perigo que muitos cristão não atente.
? Hoje em dia quantos confessa a Cristo aparentemente, mas não assume. Uma vida consagrada, servindo, lutando pela causa do Reino de Deus
? Quantos que diz crer mas seu testemunho é péssimo diante dos homens
? Quantas afirmação temos visto por pessoas, que pecado é relativo.
? Quanto cré em Deus mas não muda de atitudes
? Quantos cristãos apoiando a prática do homossexualismo.
? Quanto reagem com normalidade diante das injustiça
? Quanto não ouvem da palavra mas não obedecem
? Quantos não estão envolvidos com evangelismo, ministério de oração de libertação
? Muitos tem crido somente naquilo que lhe convém.
? Pessoas dizem que crê, não participa da Igreja, não quer compromisso
São caraterísticas semelhante a Jonas, embora declare e confessa uma fé em Deus, mas reage de forma incompreensiva. Demonstrando que estão longe de Deus, se julgam conhecedor e pertencente a Deus.
Não aceita a soberania de Deus, vive como lhe apraz.

2) JONAS FOI AGRACIADO PELA COMPAIXÃO E NEGA TER COMPAIXÃO

Não difícil encontra pessoas semelhante a Jonas nas Igrejas evangélica, pessoas que não aprenderam o verdadeiro cristianismo. Como profeta Jonas não poderia demonstrar uma reação estúpida como fez.
Ele declara que Deus trem toda compaixão, com todas pessoas, começando por Ele próprio. É atitude do egoísta, que somente conhece é vê sua necessidade. Quantas pessoas esquisita encontramos em seus relacionamento com o próximo não demonstra compaixão. Mas revela até ódio em sua manifestação em relação aos outros.
Assim como Jonas não conhecia seu Deus, também quantos cristão não conhece a Cristo. Aquele que usou de compaixão com todos, rejeitava o pecado, mas amava a qualquer pecador.
? Crente que participa da Santa Ceia, mas não tem compaixão
? Pessoas que precisou de compaixão mas não reconhece
? Não é capaz que esquecer coisas, episódio quebrou relacionamentos
? Faz oração pedindo o favor de Deus, mas não usa de compaixão.
? Foi perdoado por causa da compaixão, mas não libera o perdão.
? Jonas não aceitou Deus Ter compaixão dos Ninivitas.
? Falta compaixão nos lares
? No trabalho quantos patrão chefes sem compaixão dos funcionários
? Nas escolas, quantas maldade
? Nos hospitais, quantos casos de maldade
? Casa de idosos, asilos, nas penitenciárias
Ele esqueceu rapidamente o favor de Deus, esqueceu que o Deus que revelou é cheio de compaixão.
Jesus contou a parábola do Bom Samaritano, para nos ensinar que devemos ter compaixão e demonstar a qualquer pessoas em qualquer circunstâncias.
Vivemos numa sociedade intolerante, que não usa de compaixão com ninguém, por pouco se mata, tortura, o semelhante.
A Igreja não pode caminhar nessa direção, nem aprender desse conceito. Sim caminhar como nosso Salvador que foi uma pessoas cheia de compaixão
Maldade já temos muitos praticando, porque vivem dominados pelo maligno. Precisamos como povo de Deus ser o exemplo tendo compaixão.
Cristianismo sem compaixão, não existe, cristão sem compaixão é uma afronta contra Deus.
Como Jonas que demonstrou um comportamento contrário, que deveria demonstar, temos visto por parte de muitas Igrejas e cristão.
Pedimos a Deus, que livre de termos essa atitudes, mas que nos faça, homens e mulheres chios de compaixão.

3) JONAS TINHA GRANDE EXPECTATIVA DE DESTRUIÇÃO DE NÍNIVI, MAS DEUS DE GRANDE SALVAÇÃO.

Jonas assentou-se, acomodou bem, para ver o grande espetáculo Nínivi sendo destruída por Deus. Ele queria ver fogo descendo do céu, e consumindo Nínivi e seus habitantes que profeta destruidor.
Jonas não pediria a morte em sua oração, se sua expectativa tivesse realizada.
Que tipo de pessoa, capaz de orar e reclamar com Deus, pelo que sua pregação não foi cumprida por Deus.
Deus frustou a expectativa de Jonas, porque houve arrependimento dos Ninivitas. Deus não pode ser incoerente, quanta a sua promessa do perdão.
Jonas fica revoltado contra Deus, não entende os caminhos nem os planos de Deus. O profeta Isaías afirma que os caminhos de Deus, não são os nossos caminhos, nem seus pensamentos os nossos pensamentos. Como Jonas reagiu diante da mudança da sentença contra Nínive.
Mais uma vez o profeta mostrou que não conhecia, como Deus trabalha, como Ele tem prazer na salvação dos povos.
? Quantas vezes não aceitamos o arrependimentos de pessoas que consideramos que não merecem.
? Quantas vezes desejamos até a morte de pessoas indesejadas
? Não aceitamos a idéia de salvação para algum grupo
? Quantas vezes afirmamos que determinada pessoa não merece salvação
? Muitas vezes nem falamos de Cristo para indivíduos que achamos que não vão aceitar mesmo Jesus.
? As prostitutas, os assassinos, os ladrões, achamos que não pode ser salvos.
Não podemos rotular as pessoas, nem classificá-las, como aqueles que merecem ou não da salvação.
Porque os samaritanos não recebera a Jesus, os discípulos quiseram destruir aquela aldeia, mas Jesus disse que Espirito dele era outro de salvar não destruir.
Jonas pensava que salvação era bênção exclusiva do seu povo. Como algumas Igreja que julgam serem melhor que as outras, e ainda deter a salvação como sua propriedade.
São os Jonas atuais, que também desejam que os demais serão destruídos, porque não fazem parte de seu grupo. Da mesma maneira que Jonas demonstrou não conhecer seu Deus. Hoje quantos grupos também não conhecem o Jesus da Bíblia, embora afirmam que conheça. Vivem com Jonas enganados quantos ao poder e vontade de Deus.
É muito fácil destruir, para quem não teve parte na criação, nem deseja ajudar pois dá trabalho.

Paulo o apóstolo afirma que Deus quer que todas pessoas chegue a conhecimento da verdade em Cristo, seja salvos.
Diante dessa declaração não podemos desejar a destruição de qualquer pessoas, mas sim devemos ser instrumentos para sua salvação.

Temos muitas vezes agido como Jonas agiu, se faz necessário pedir a Deus que mude nosso conceito, antes que nos transformemos num Jonas, profetas da destruição não da salvação.
Nossa cidade bairros e não precisa da salvação de Jesus Cristo. Essa é a expectativa de Deus

Conclusão: Como Igreja somos chamados em Cristo, não para viver em desacordo com os planos e vontades de Deus como Jonas. Mas que cada um de nós possa ser um profeta em nome de Cristo, para salvação muitas pessoas na certeza do poder do Evangelho anunciado que anunciamos. Amém

Pr. Zaru Cassiano