Sites que Recomendo:
Verdade e Vida
Rev. Hernandes

UMBET

 

IMPLICAÇÕES NA VIDA DE QUEM TEM POSTO A MÃO NO ARADO

Lucas 9:62

Dos quatros evangelhos encontramos estas palavras de Jesus somente nesta passagem de Lucas. Nela Jesus deixa bem claro como é necessário o cristão superar os obstáculos que encontra na vida, quando está disposto a seguí-lo.

Todos nós sabemos que a vida cristã exige muita perseverança e determinação da nossa parte, nada é tão fácil. Surgem lutas por todos os lados, essa é a natureza da vida cristã, existe uma incompatibilidade entre o cristão e o mundo. Entre o espiritual e o carnal. Entre o reino de Deus e reino dos homens. Jesus foi categórico em afirmar que não é fácil ser seu seguidor.

Nossos valores não se ajustam aos valores de Deus, nossos caminhos não são os caminhos de Deus. Nossa vontade tão pouca a sua vontade.

Você pode estar dizendo: tudo isso já sei ou tenho ouvido, mas por que você está dizendo isso?

Porque parece que estamos vivendo e ouvindo um cristianismo diferente. Muitos de nós estamos embriagados, somos até levados a pensar que realmente a vida com Deus é um mar de rosas.

As músicas compostas somente falam de restituir, sou vencedor sem fazer nada, Deus vai dar o melhor. Ouvimos pouco sobre consagração, vida com Deus, tempo de oração, gastar tempo com a leitura da Palavra. Deus virou um Deus utilitarista. Deus vai nos dar isso, Deus vai nos dar aquilo, Deus vai nos enriquecer.

Jesus disse que o valor do Reino de Deus está oculto. Quem verdadeiramente descobre Jesus sabe realmente por que O segue se for preciso até a morte.

Quem decidiu colocar a mão no arado sabe que não será fácil. Nesta metáfora Jesus nos ensina algo significativo que gostaria de falar nesta manhã: quem coloca a mão no arado não olha para trás por quê?  Eu e você precisamos saber o que Jesus queria dizer:

  1. SABE QUE EXISTE PELA FRENTE MUITO TRABALHO.

O arado é um instrumento não muito fácil de conduzir, no entanto Jesus vivendo num mundo agrícola pode presenciar como era duro o trabalho de arar a terra. Jesus faz essa comparação para quem quer seguir e ser cidadão do reino de Deus. Uma realidade profunda do Reino de Deus, o trabalho é interminável, nada é fácil. Então ser cristão sem trabalho não condiz com os ensinamentos de Jesus. É preciso ter disposição, coragem para enfrentar a dureza dos terrenos pedregosos que encontramos. Temos muito que fazer, descanso só na presença de Deus. Hoje se fala num evangelho fácil sem trabalho. Jo 5:17 veja as palavras de Jesus. I Co 15:58 Paulo sabia que era preciso muito trabalho para cumprir a vontade de Deus. Hb 6:10

Na vida cristã não existe lugar para ociosidade. Mas somos chamados para trabalhar, o arado já está em movimento temos muito que fazer, os campos precisam ser semeados quem está disposto? 1 Co 15:10. Quem tem posto a mão no arado deve estar consciente dessa realidade na vida. Não ficar imaginado que tudo será um mar de rosas como temos visto em nossos dias cristianismo do receber sem fazer nada. Tudo é muito fácil Deus é obrigado a nos servir.

2. ESTABELECE METAS DEFINIDAS PARA SECUMPRIR.   

Quem está disposto a colocar a mão no arado sabe que precisa de muita atenção no trabalho, não distrair com nada, mas é preciso fixar metas, alvos para guiar e atingirmos. Da mesma forma na vida cristã quem vive sem meta não chega a lugar algum. Uma vida sem propósito se torna sem sentido dentro do reino. A grande maioria dos cristãos deixa de viver uma vida olhando para o alvo, Jesus nosso autor e consumador da fé.

Só atinge o alvo, completa a carreira quem estabelece metas definidas na vida. Não existe possibilidade de sobreviver na vida cristã quando não temos essa busca. Assim como o agricultor fixa no alvo para colher no futuro deve ser assim também com o cristão. Jesus deixa bem claro, olhar par trás nos leva ao fracasso e desvia nossa meta. Creio que um dos maiores desafios em nossos dias é estabelecer metas em Cristo. Lutarmos para atingi-las, porque muitos ensinamentos têm sido colocados nas igrejas para tirar nossa atenção e perdermos o rumo. Temos alguns exemplos bíblicos que não tiveram metas na vida embora chamados por Deus, para servi-lo. Saul foi um rei sem propósito, por isso teve um reinado fracassado. Sansão outro também por não ter metas na vida, terminou seus dias como cavalo virando pedra de moinho, sendo humilhado pelos filisteus. Judas viveu com Jesus, mas não aprendeu dos seus ensinamentos por não ter propósito, vendeu-o por trintas moedas. Hoje também não é difícil encontrarmos pessoas que não estabeleceram metas na vida com Deus olharam para trás, vivem atualmente uma vida fracassada em todos os aspectos.
Vamos firmar nossas metas diante de Deus, vamos pedir força e graça para que possamos chegar ao alvo estabelecido pelo Senhor. Fp 3:14, Hb 12:2, II Tm 4:6-7.

Deus quer contar com cada um de nós, mas para que isso aconteça precisamos renovar nossas metas a cada dia, para não cairmos no erro de olharmos para trás.

Metas para ver o templo novo terminado, metas de crescer, lotar aquele lugar consagrado ao Senhor, metas para alcançar nossas famílias, metas para fortalecermos mais na fé, metas de andarmos unidos.

3. NÃO OLHA PELO QUE SE FEZ, MAS AINDA O QUE ESTÁ POR FAZER

No reino de Deus não há vagas para aposentados, por mais que realizamos não é o suficiente. Ainda mais, mesmo fazendo tudo somos considerados inúteis. É bom ter sempre em mente que a missão só terá fim com a volta do Senhor Jesus. Quando olhamos para o que foi feito não podemos nos acomodar, mais sim alargar as fronteiras da nossa visão de reino de Deus e sempre avançar. Nunca descansar ou acomodar. Jesus certamente estava ensinando essa lição, o que é bom que todo cristão aprenda. O cristianismo tem sua história construída nesta visão bíblica. Os nossos irmãos do passado colocaram a mão no arado, porque sabiam que muito havia para se fazer em relação à implantação do Reino entre os homens. Por causa disso fomos alcançados, pessoas se dispuseram a entregar suas vidas pela causa do evangelho. São tantos exemplos bíblicos ou da história de pessoas que foram maravilhosas, olhando para o que tinha que fazer. Deus nos chamou para também fazer nossa parte ou será que você já desistiu?

Olhar para o que já foi feito nos realiza, nos dá alegria, mas pensar no que temos ainda para fazer nos desafia. E o que é a vida cristã senão um constante desafio?

A primeira Igreja de Machado construiu uma linda história por saber que tem sempre algo para se fazer. Quantas pessoas alcançadas e salvas, quantos pastores e presbíteros que são filhos dessa igreja. Quantos benefícios para nossa cidade. Mas tudo isso foi possível pelo fato de construir essa visão do Reino de Deus. Não podemos ser simplistas dizendo que foi tudo muito fácil, talvez quantas críticas, quanta incredulidade, quanta falta de recurso... No entanto, irmãos que colocaram a mão arado, lançaram-se ao trabalho de coração, buscando fazer sempre mais a vontade de Deus. Ne 6:1-3. Fp 3:14, Jo 9:6

Os profetas estavam sempre prontos para realizar algo novo, não ficavam presos ao passado.
Cristo não olhava para o que tinha feito, mas para o que teria que realizar em nosso favor.

Paulo tinha sempre uma tarefa para cumprir, em prol do Reino de Deus.

A igreja sempre vai ter novos desafios, jamais pode parar no tempo.

Certamente eu e você não seremos a última geração até a volta de Cristo. Mas que precisa ficar bem claro que temos muito ainda por fazer. É bom firmar bem a mão no arado e não olhar para trás, porque Deus conta com cada um, com você, comigo.

CONCLUSÃO: Portanto, fomos chamados um dia a colocar a mão no arado, resta ainda saber: você está respondendo ao Senhor dignamente mesmo sabendo dessas implicações, que Jesus quer nos ensinar? É bom que cada um de nós responda de forma afirmativa como seguidor de Cristo. Que Deus nos abençoe. 

Pastor Zaru Cassiano